Gestão tributária na atividade rural

Nas últimas décadas a Atividade Rural passou por diversas mudanças, em grande parte positivas, devido ao avanço da tecnologia e o acesso a informação. A produção rural se modernizou e o mercado agro se tornou mais competitivo. Com efeito, a gestão tributaria também acompanhou essas mudanças.

Os produtores rurais que não acompanharam essa evolução foram prejudicados, não só diretamente na produção, mas também na gestão de seus negócios. Aliás, profissionais de diversas áreas se especializaram no Agronegócio. Eles utilizaram de técnicas de gestão empresarial utilizadas em outros setores para alavancar a produção e comercialização de produtos da atividade rural.

Além de ter a possibilidade de contratar profissionais para atuarem na gestão das produções rurais, produtores que não dispunham de tantos recursos puderam contar com o apoio de entidades sem fins lucrativos, como o SEBRAE, que promoveu programas em diversos estados para auxiliar pequenos produtores na gestão.

O papel do contador na gestão tributária

Um dos profissionais que se tornou peça chave para a boa gestão do Agronegócio foi o contador. Ao passo que a alta carga tributária do Brasil e a complexidade da legislação são fatores que tornam indispensável o aconselhamento de um profissional da área contábil. O contador possui o conhecimento para indicar a estruturação tributária que gere menor ônus seguindo o permitido pela legislação vigente.

Cumprir as obrigações fiscais determinadas pelo fisco é procedimento básico que as Pessoas Físicas e Jurídicas têm de fazer para estarem regulares. O planejamento tributário é uma das formas de otimizar estes processos, estruturando seus negócios de maneira que a carga tributária seja a menor possível.

Vale ressaltar que a carga tributária pode ser reduzida de forma legal ou ilegal. A prática de sonegação, mesmo que no momento da operação gere mais lucros, pode causar prejuízos muito maiores do que a prática de um planejamento tributário.

Uma boa gestão fiscal traz muitos benefícios para as empresas. Além de diminuir o ônus gerado pelos impostos, colabora com a credibilidade do produtor rural frete a seus clientes, fornecedores e possíveis parceiros de negócios.

A importância da gestão tributária para o LCDPR

Por fim, a medida mais recente tomada pelo governo e que afetará as rotinas dos produtores rurais e de seus contadores é o Livro Caixa Digital do Produtor Rural – LCDPR, que teve sua primeira entrega obrigatória para alguns produtores rurais no ano de 2020.

O LCDPR é uma forma de escrituração digital que contém toda a movimentação financeira que gera a base de cálculo para o IRPF correspondente à atividade rural. Converse com seu contador e não deixe para a última hora. Além disso, produtores rurais que não atingem o faturamento obrigatório também podem entregar o LCDPR. Com a plataforma da Farmcont você tem muito mais segurança para gerar o LCDPR. 

Deixe seu comentário